Visite Porto de Galinhas

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to Twitter

Que tal viver dias inesquecíveis em Porto de Galinhas?

Localizada em Pernambuco, no município de Ipujoca, Porto de Galinhas é conhecida pelas piscinas de águas naturais formadas por corais. E para você aproveitar ao máximo essas férias merecidas e conhecer melhor este paraíso, aqui vão algumas dicas: aposte nos passeios de buggy e conheça algumas praias, ande de caiaque e visite uma das ruas da Vila de Porto de Galinhas decorada com as famosas “sombrinhas”, um verdadeiro charme do local. Como toda cidade turística Ipojuca é repleto de pousadas, hotéis e Resorts. Um dos mais cobiçados e na lista entre os cinco mais procurados da cidade é o Enotel. Conhecido pelo luxo e natureza inigualável, o resort é dividido em dois complexos: o Acqua Club e o Convention & SPA. Uma das características deste lugar e que faz ser um dos mais procurados é o serviço All Inclusive.

View the embedded image gallery online at:
https://noitedemais.com.br/coluna/turismo#sigFreeId9b8bdedb74

Leia mais:Visite Porto de Galinhas

Conheça Cusco e Machu Picchu no Peru

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to Twitter

Peru – Machu Picchu, uma viagem perdida no tempo

A História do Peru se estende desde as civilizações pré-incas até os dias de hoje. Com ampla infraestrutura para turismo, Peru atrai pela incrível riqueza cultural deixada pela civilização inca além da rica gastronomia reconhecida pelo mundo a fora. Conhecemos a capital Lima por alguns dias, e pudemos saborear pratos incríveis e passeios urbanos pelo comércio e praças.

Cusco

Quando o povo espanhol chegou, em 1531, procurando por riquezas incas, encontrou um império debilitado por uma recente guerra civil. Na época o território peruano era de domínio da civilização inca, e se centralizava todo em Cusco. Espanhóis capturaram e executaram o imperador inca, Atahualpa e, em 1534 os invasores já haviam restabelecido a cidade de Cusco, porém como uma nova colônia espanhola. Nós revivemos toda essa história na cidade de Cusco, onde mistura-se a cultura inca com a espanhola. São construções incas sobrepostas por igrejas católicas - uma forma que os espanhóis encontraram de impor o poder de sua religião e cultura. Nosso objetivo nesta viagem foi realizar um trekking em uma das trilhas incas mais difíceis, se não a mais, a Salkantay Trekking. Há muitas trilhas que levam a Machu Picchu, mas a Trilha Salkantay é uma rota fascinante, na imponente Cordilheira dos Andes, dá ao explorador uma noção da riqueza de ecossistema encontrado no Peru, uma excelente alternativa para quem quer fugir das reservas da Trilha Inca.

View the embedded image gallery online at:
https://noitedemais.com.br/coluna/turismo#sigFreeId0e371a3592

Leia mais:Conheça Cusco e Machu Picchu no Peru

Belize: a antologia da beleza

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to Twitter

A ilha caribenha, berço da civilização Maia, tem muito swing, belezas naturais e a maior barreira de corais do mundo. É lugar de tirar o fôlego. É de lugar para ir e voltar

O brasileiro é reconhecidamente louco pelas praias do Caribe, mas alguns destinos passam ainda despercebidos pelos viajantes. Na América Central, fazendo fronteira com o México e Guatemala, está um deles. Belize

Quem já foi garante: Belize é uma fantástica antologia natural, histórica e cultural. São 200 ilhas com planícies costeiras ao mesmo tempo arborizadas e pantanosas, cobertas ao sul pela cadeia montanhosa das Montanhas Maias e detentora da maior barreira de corais do mundo.

A história de Belize tem início com a Civilização Maia, passando pelas coroas espanhola e inglesa, até tornar-se independente em 1981. O idioma oficial do país é o inglês. Mas do alegre e hospedeiro povo local se escuta o inglês, espanhol e os mais uma porção dialetos dos povos latinos.

Na água e na terra

Quem entende da ‘ginga’ garante que Belize é o melhor lugar do mundo para a prática do mergulho. O maior espetáculo do conjunto de ilhas é o Blue Hole, um buraco com mais de 1000 m de profundidade, onde mergulhadores podem nadar com barracudas, peixes anjos e esponjas.

A maior ilha de Belize é Ambergis Caye, que comporta uma única cidade (San Pedro), porém há quem prefira o ritmo tranquilo de Caye Caulker, onde se pode nadar ao lado de arraias, golfinhos e até tubarões.

Mas não é só o fundo do mar que magnetiza o turista. Canoagem, ciclismo e golf são outros esportes tradicionais praticados em Belize. O turista pode ainda visitar impressionantes sítios arqueológicos construídos pelos Maias.

É de se apaixonar, não é? Então prepare-se. Belize pode ser seu próximo destino.

Saiba Mais

Moeda: Belize Dólar

Quando ir: Entre meados de dezembro e maio, quando chove menos

Como chegar: Há poucos vôos diretos regulares partindo do Brasil (Malaysia Air e Tropical Air). Também é possível chegar por meio de cruzeiros.

Onde ficar: http://www.weeziescayecaulker.com/.

Para mergulhar (Caye Calker): http://www.belizedivingservices.com/.

Onde comer: Restaurantes Il Pelicano, Habanarus, Rose´s Grill & Bar e Lazy Lizard

View the embedded image gallery online at:
https://noitedemais.com.br/coluna/turismo#sigFreeIda4ada00559

Instituto Inhotim: Onde arte e natureza se encontram

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to Twitter

O Instituto abriga um Centro de Arte Contemporânea com obras reconhecidas internacionalmente, um Jardim Botânico com fragmentos florestais e jardins repletos de espécies raras.

Situado em Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte (MG), e idealizado pelo empresário Bernardo Paz, o Instituto Inhotim é um lugar peculiar: O único espaço no país com vocação para abrigar arte e natureza de forma harmoniosa. O Instituto, já visitado por mais de dois milhões de pessoas, abriga um Centro de Arte Contemporânea com obras reconhecidas internacionalmente e um Jardim Botânico com fragmentos florestais com jardins repletos de espécies raras. Pinturas, esculturas, desenhos, fotografias, vídeos e instalações de mais de 100 renomados artistas brasileiros e estrangeiros, produzidos entre os anos 60 até os dias atuais, formam a coleção do Instituto Inhotim. As obras são distribuídas ao ar livre em 22 galerias ao redor da área.

Vida, arte e movimento

O Inhotim é um espaço vivo. Por vocação, um local em constante movimento e evolução, onde consagrados e novos artistas encontram espaço fértil, verde, natural, para apresentarem seus projetos. As 17 galerias permanentes do Instituto Inhotim foram desenvolvidas especificamente para receber obras de artistas como Cildo Meireles, Miguel Rio Branco, Hélio Oiticica & Neville d’Almeida, Adriana Varejão, Doris Salcedo, Victor Grippo, Matthew Barney, Valeska Soares, Doug Aitken, Marilá Dardot, Lygia Pape, Carroll Dunham e outros. Além de promover cuidadosa curadoria em arte, o Instituto Inhotim é zeloso com o meio ambiente. Inserido em uma relevante porção florestal remanescente de Mata Atlântica e Cerrado – dois dos biomas mais ricos em biodiversidade e ameaçados do planeta - o Instituto cuida do espaço que ocupa. Dos 140 hectares da área composta de florestas estacionais semideciduais secundárias, 42 são de jardins. Soma-se a essa porção extensa uma área de 254 hectares, protegida na forma de Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) que desde maio de 2010 está determinada a colaborar de forma vitalícia para a conservação da biodiversidade ao conectar o Inhotim ao sul da Cadeia do Espinhaço, considerada um dos mais importantes centros de diversidade e plantas do mundo.

Ações Educativas e sociais

Cerca de 1.500 alunos das redes particular e pública de ensino de Brumadinho e da Grande Belo Horizonte visitam o Inhotim toda semana. Os projetos educativos promovem uma série de ações para aproximar a sociedade dos valores da arte, do meio ambiente, da cidadania e da diversidade cultural. Além das ações educativas, o Inhotim promove também ações sociais em municípios e subdistritos próximos à Brumadinho. O compromisso com o desenvolvimento social da população local deu origem à criação da Diretoria de Inclusão e Cidadania, que atua desde 2007 em três áreas: Música, Arte e Cultura - no Vale do Paraopeba; Desenvolvimento Territorial; e Centro Inhotim de Memória e Patrimônio (Cimp). Um dos objetivos principais dessa diretoria é fortalecer o capital social do município com o apoio de lideranças e organizações comunitárias ou de natureza social. Todas as ações visam à autonomia dos sujeitos, tendo as pessoas e os grupos sociais, como centro e objeto de seu trabalho.

Arte e Gastronomia

No Inhotim, os visitantes contam com várias opções de alimentação, que vão de lanches rápidos a pratos mais elaborados. O Restaurante Tamboril possui um ambiente agradável, integrado aos jardins e ao acervo de arte contemporânea da instituição; o Bar do Ganso é uma verdadeira galeria de arte, com peças assinadas por renomados designers brasileiros, além da ambientação que remete às décadas de 50 e 70; o Café do Teatro é o ambiente ideal para saborear um delicioso café, com opções de sanduíches, salgados e outros. Por fim, o Restaurante Oiticica que está localizado próximo à obra Penetrável Magic Square # 5, De Luxe. A comida segue o padrão buffet a quilo e o menu inclui saladas e opções de caçarolas quentes.

Quer saber mais?

Horário de visitação: Terças, quartas, quintas e sextas-feiras, das 9h30 às 16h30

Sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30

Entrada: Às quartas-feiras a entrada é gratuita. Terças e quintas-feiras o ingresso custa R$ 25. Sextas, sábados, domingos e feriados R$ 40 (meia-entrada válida para estudantes e maiores de 60 anos). Crianças de até cinco anos não pagam.

Informações: www.inhotim.org.br
View the embedded image gallery online at:
https://noitedemais.com.br/coluna/turismo#sigFreeIdcec1da45be