CONHECE FERNANDO DE NORONHA?

Submit to FacebookSubmit to Twitter

CONHECE FERNANDO DE NORONHA?

ESPECIAL DICAS DE TURISMO Já passamos da metade do ano e é tempo de programar a sua de férias para ao verão. E nós, do Noite D+, preparamos algo especial para esta e as próximas edições. A nova sessão de Turismo da Revista vai trazer as melhores fotos e dicas vividas pelo casal Lu Zanollo fotógrafo e a publicitária Gaby Bueno, que passaram a registrar incríveis passeios pelo Brasil com um ângulo e olhar bastante peculiares. E nesta edição, o destino escolhido foi Fernando de Noronha/PE, em que mostraremos alguns passeios, às praias, a hospedagem e tudo o que você precisa saber para fazer uma viagem inesquecível.

Em primeiro lugar, vamos ao que todo mundo quer saber: Quanto sai uma viagem dessa? Bom, claro que isso depende muito do seu estilo de vida, mas uma semana com mergulhos, jantares, passeios e pousada confortável, não sai menos de R$ 8 mil reais por pessoa para 7 dias. Para ter uma ideia, uma água de coco na praia custa R$ 5,00, um sabonete R$5,00, o litro de gasolina R$5,60 e uma porção de duas pessoas de isca de peixe não sai menos de R$ 50,00 (aliás, nós chegamos a pagar R$ 50,00 em uma porção de batata frita!). Praticamente uma Europa! Por isso, vá com disponibilidade financeira para não se chatear. As hospedagens em média vão de R$150,00 a R$600,00 a diária, mas em alta temporada, este valor pode variar e muito. Ah! E ainda temos as taxas. Todos os visitantes são obrigados a pagar uma taxa ambiental no valor aproximado de R$53,00 por cada dia de permanência na ilha. Ela é paga assim que você sai do avião. Uma dica para quem quiser ficar menos tempo na fila de pagamento é acertar pela internet, pelo menos três dias antes da viagem. Além desta taxa, tem uma outra de R$ 75,00 referente à entrada no Parque Nacional marinho de Fernando de Noronha. Esta taxa é única e é válida por 10 dias. Ao pagar, você recebe um ticket com seu nome, e o usará para entrar em praticamente todas as atrações da ilha. O lugar é caro, mas é chique? Se você está pensando em luxo por se tratar de uma viagem cara, lamentamos, mas estamos falando de uma ilha 100% ligada á natureza. As calçadas são de grama, somente uma rodovia é asfaltada e a locomoção geralmente é feita de buggy ou moto (alugados), por isso, nada de salto alto a menos que você prefira usar nos restaurantes a noite, mas o clima pede aquele seu tênis confortável, ou até mesmo a boa e velha Havaianas. Batendo perna! Nós fizemos alguns passeios e sugerimos uma lista para você começar pelos melhores: Passeio pelo Centro histórico: a ilha já foi um presídio e o lugar conta muita história e curiosidades, por isso, é uma boa ideia começar primeiro dia que está cansado conhecendo o histórico de Noronha, um passeio rápido e tranquilo, assim quando sair para passear, já conhecerá a ilha melhor. Praias e trilhas: como existe um controle e limite de entrada e turistas na ilha, as praias e limite de entrada de turistas na ilha, as praias são paradisíacas, quase sempre você fica sozinho na areia, a menos quando ficamos na ‘santa paz divina’. Agora existe a presença contínua de arraias e cardumes imensos de peixes nadando no mar junto com você, e é uma sensação incrível. Acesse nosso portal e faça um tour virtual pelas belas praias e prepare o seu roteiro para conhecê-las melhor. A nossa predileta foi a Praia do Meio, nela nós mergulhamos de snorkel e vimos muitos peixes, mas cuidado com as pedras, o ideal é usar um colete para boiar e não. se machucar quando a maré ficar baixa. Museu do Tubarão: muita história e vários dados sobre a vida deste animal tão temido por todos, saímos de lá amando os tubarões, e a lanchonete do lugar é deliciosa! Passeio na NAVE: única do gênero em funcionamento no país, a expedição Nave permite ao turista, uma viagem ao fundo do oceano Atlântico, explorando detalhes da vida marinha através da lente do barco, e você não se molha nesse passeio, Você pode ver tartarugas, raias, arraias, tubarões e golfinhos saltitantes encantando o passeio. Tudo isso sem pôr o pé na água! Veja fotos em nosso portal. Estrutura da Ilha: no Centro, você encontra uma farmácia bem simples, Hospital com atendimento básico, poucos restaurantes e muitas pousadas, Estas apesar de serem de custo alto, não possuem uma super estrutura, mesmo porque quem vai para Noronha não quer ficar na pousada descansando e sim nas praias, nas trilhas e cair no mar. Cartão de crédito ou dinheiro? Atualmente, a maioria dos estabelecimentos aceita cartão, mas como a internet por lá é meio temperamental, acontece às vezes de a máquina não funcionar devido a falta de conexão. Então, na dúvida, leve dinheiro. Se for deixar para sacar lá, saiba que só possui agência do Bradesco e Santander, um caixa eletrônico da rede 24Horas no Aeroporto e um da Caixa Econômica Federal em um supermercado. Onde se hospedar? Quanto à hospedagem, fernando de Noronha não tem hotéis, apesar pousadas domiciliares, ou seja, um morador que aumentou sua casa para abrigar turistas. mas que fique tranquilo, nós separamos as melhores acomodações para você não cair na roubada. As nossas preferidas foram: Pousada Pedra do Mar, Pousada Miragem, Pousada Paraíso do Atlântico, Pousada do Marcílio. No nosso portal você pode visualizar as acomodações. Pôr-do-Sol irradiante! Acompanhamos a soltura de tartarugas do PRojeto Tamar que completa 33 anos. Aliás, todos os dias o pôr-do-Sol e uma atração a parte da ilha, por isso procure a melhor paisagem, seja nos mirantes ou na própria areia da praia, o espetáculo na natureza encanta sempre.

Fernando de Noronha

O casal Gaby e Lu separaram algumas dicas sobre gastronomia, hospedagens e passeios no destino mais desejado do país: Fernando de Noronha. O que muita gente ainda tem dúvida é se Fernando de Noronha faz parte do território brasileiro e, a razão desta incerteza, vem dos elevados custos de hospedagem, passagens aéreas e passeios. Atualmente, de longe, é a ilha mais bonita do Brasil e pertence ao estado de Pernambuco. Com clima atraente, média anual 25 graus, a ilha é referência em mergulho por reunir sítios ecológicos específicos para uma fauna marinha exuberante com golfinhos, tartarugas marinhas e muitas espécies de peixes e corais. O fotógrafo Luciano Zanollo (@luzanollo) esposa Gaby Bueno, publicitária, (@gabsland) ficaram uma semana na ilha e trouxeram dicas para quem sonha conhecer o arquipélago. O casal fez um portal exclusivo de Noronha com altas dicas e você pode conferir algumas ditadas pelo casal: “O ecoturismo, o mar transparente cheio de peixes, a natureza preservada e suas praias paradisíacas atraem muitos turistas, mas não pense que pode ir quando quiser, pois a ilha tem controle de entrada de turistas, cobra taxas e requer de uma autorização para acessar algumas praias. Isso acontece porque Noronha está a 545 km de Recife e só é possível chegar nela de avião e trata-se de um lugar de preservação ambiental. Por isso, nós desenvolvemos de um portal repleto de dicas e contatos para a sua viagem ser divertida e não um transtorno. Mergulho: esse sim é o lugar perfeito! Se você já é mergulhador, ótimo, você tem que cair na água em Noronha. Simplesmente incrível mergulhar com tubarões, raias e tartarugas de 2 metros e uma imensidão de variedade de peixes. A ilha possui três principais operadoras de mergulho (Águas Claras, Atlantis e Noronha Divers)) e nós mergulhamos com todas e podemos mesmo indicar para você. A água é quente o ano todo (em torno de 24 graus Celsius) e limpa (visibilidade superior a 30 metro, exceto nos meses de janeiro e fevereiro). Agora, se você nunca mergulhou, vamos te dar uma dica: faça o curso em São Paulo (podemos indicar escolar) e pratique a atividade em praias mais acessíveis, assim quando for para Noronha, você vai curtir mais o mergulho do e voltar muito satisfeito com o passeio. Nós podemos garantir que o melhor passeio foram os mergulhos, penetrar em cavernas e dar de ”máscara” com tartarugas gigantes, ou nadar com tubarões lixa e limão. Não é para qualquer dia né? E o mais interessante é que os mergulhos são fotografados e filmados (Ciliares e Hydrosphera), e o momento inesquecível fica registrado. Sensacional!


BOM APETITE O Palhoça: jantar um peixe na grelha, em um restaurante exótico que possui apenas uma mesa para todos os clientes (rola uma interação entre todos), sob uma palhoça e muita história de pescador no final do jantar, é uma dica extraordinária para quem procura uma experiência diferente na ilha. A gastronomia fantástica ficou com o restaurante Mergulhão na praia do Porto (além de um lindo ambiente). E para quem gosta de diversidade e muita comida, não pode deixar de conhecer o Zé Maria. Buffet para lá de completo e o proprietário pessoalmente apresenta os pratos e garante que nada falte, caso contrário, quem paga a conta são os funcionários da cozinha. O Pico, é a opção descolada para as refeições com preços justos, já o Teju Açú é uma pousada em possui restaurante aberto ao público, um ambiente aconchegante e pratos deliciosos com muito requinte. Quer saber mais? Acesse nosso portal e bom apetite!

Dicas para ir a Fernando de Noronha

Vôos das principais cidades Brasileiras

  • bilhete aéreo de ida e volta;
  • Moeda oficial é o Real Brasileiro

  • Descubra seu lado aventureiro. Conheças pessoas do mundo e vivencie a história inca. Uma viagem incrível, vale muito a pena.